segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

NINHOS

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019 09:15
Garotos cheios de vida. Garotos cheios de sonhos. Garotos, longe dos pais. Garotos do Brasil. Alojamento Ninho do Urubu. Ninho de tristeza. Tragédia! Incêndio! Mortes! Oito de fevereiro! Cinco e meia da manhã, sexta-feira. Dez carbonizados! Tristeza! Agora outro ninho: de alegria. Um ninho de amor, ao lado do Pai Celestial! Sem dor! Sem sofrimento! Só saudade. Dinorá 11/02/2019

NINHOS

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019 09:15 Garotos cheios de vida. Garotos cheios de sonhos. Garotos, longe dos pais. Garotos do Brasil. Alojamento Ninho do Urubu. Ninho de tristeza. Tragédia! Incêndio! Mortes! Oito de fevereiro! Cinco e meia da manhã, sexta-feira. Dez carbonizados! Tristeza! Agora outro ninho: de alegria. Um ninho de amor, ao lado do Pai Celestial! Sem dor! Sem sofrimento! Só saudade. Dinorá 11/02/2019

NINHOS

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019 09:15 Ninhos

Garotos cheios de vida. Garotos cheios de sonhos. Garotos, longe dos pais. Garotos do Brasil. Alojamento Ninho do Urubu. Ninho de tristeza. Tragédia! Incêndio! Mortes! Oito de fevereiro! Cinco e meia da manhã, sexta-feira. Dez carbonizados! Tristeza! Agora outro ninho: de alegria. Um ninho de amor, ao lado do Pai Celestial! Sem dor! Sem sofrimento! Só saudade. Dinorá 11/02/2019

sábado, 9 de fevereiro de 2019

Tragédia

Danos irreparáveis. Descaso. Destruição. Desespero. Desalento. Desconforto.
Olhar perdido nas brumas de Brumadinho.
E o verde de Brumadinho? E os bois? E os cavalos? E o rio Paraopeba? E as plantações? E os agricultores? E os trabalhadores da barragem?
E a natureza? E a beleza? E o ar? E a água contaminada? E as doenças advindas do minério de ferro? Contaminação. E a sensação de abandono?
Revolta. Resiliência. A angústia da espera. A espera.
Socorro! Vidas salvas! Vidas perdidas! Famílias destruídas! Silêncio! Escuridão!
Novo dia! O renascer lento da esperança! O esforço desumano!
Chuvas impiedosas! Ou milagrosas!? Resgates impedidos! Resgates feitos de vidas e de mortos! Descanso dos socorristas! Exaustos! Chuvas milagrosas!
Viva! Viva!  Viva os socorristas com seus helicópteros e suas máquinas! Pela luta incansável!
Descanso eterno! Pobres vítimas!
BRUMADINHO, à espera de vida nova!

                      Dinorá
                      09.02.2019
Obs.: sentimento depois de 15 dias da tragédia: Esperança de um Brumadinho melhor! De um mundo melhor!

sábado, 2 de fevereiro de 2019

La petite mort

quinta-feira, 10 de janeiro de 2019 16:39 Faça uma pausa... Pense. Saudade é a palavra certa para determinadas horas... Lembrar -se da 'la petit mort" é uma "dor nostálgica" que nos transcende... O êxtase desse momento mágico ultrapassa o tempo. É especial! Saudade compartilhada, mesmo à distância, é inebriante... O que realmente valeu a pena fica para sempre. O tempo não apaga aquele momento especial e fortuito... O pensamento voa até chegar a um determinado lugar e o fato em si, vem à tona. Incrível! Chega -se a sentir 'la petit mort" novamente! Em tua homenagem, meu caríssimo! Dinorá 02.02.2019